sexta-feira, 3 de abril de 2020

Hiper Cavalgada, que seria realizada neste sábado (04) no Bar Rancho Caipira na região da Iramaia Zona Rural de Macajuba é mais um evento cancelado por causa do Coronavirus



Após alguns eventos cancelados em Macajuba por causa da pandemia do novo Coronavirus(Covid 19), entre eles a Hiper Calvalgada, que sairia do distrito de Nova Cruz até o Bar Rancho Caipira na localidade Rural da Iramaia na zona Rural de Macajuba, o evento seria neste sábado, 04 de abril de 2020.

A organização da festa pede a compreensão de todos e diz que mesmo que não tivesse decreto da prefeitura o evento não aconteceria para evitar uma possível contaminação do vírus.



Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Bahia registra nova morte por coronavírus; paciente é de Utinga




A Bahia registrou na tarde desta sexta-feira (3) a sexta morte de uma pessoa com diagnóstico positivo para coronavírus. O paciente era um homem de 80 anos, com doença cardíaca preexistente, residente de
 Utinga, município do centro sul baiano localizado na região da Chapada 

Diamantina

O óbito do idoso era considerado suspeito e, após investigação, foi confirmada a causa da morte por Covid-19. A informação foi confirmada pela unidade médica e também pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

A Bahia registra 290 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 4,5% do total de casos notificados. Até o momento, 1913 casos foram descartados e houve seis óbitos, cinco residentes em Salvador, que apresentavam comorbidades associadas, e outro em Utinga. O caso do interior do estado estava como óbito suspeito e, após investigação, foi confirmada a causa da morte por Covid-19. Era um homem de 80 anos com doença cardíaca preexistente. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta sexta-feira (3). Ao todo, 63 pessoas estão recuperadas e 35 encontram-se internadas.



Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Dentre os casos confirmados, 50,86% são do sexo masculino. A mediana de idade é 40 anos, variando de 6 meses a 95 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 23,79% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos (3,66/100.000 hab.), indicando o maior risco de adoecer entre os idosos.

Diferente do que foi divulgado anteriormente, o município de Irecê não possui casos confirmados de Covid-19. Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, clique aqui.

As unidades de saúde devem realizar a coleta de amostras somente quando o caso suspeito de Covid-19 se enquadrar nos critérios abaixo:
1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas.

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.



Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Deixa Comigo Macajuba em parceria com Terisvaldo Transporte e Mudanças doou brinquedos e roupas para algumas pessoas no distrito de Nova Cruz




Na tarde de quinta-feira, 02 de abril de 2020, o Deixa Comigo Macajuba em parceria com Terisvaldo Tranporte e Mudanças, dou algumas peças de roupas e brinquedo, para algumas pessoas carentes da parte alta do distrito de Nova Cruz. 



A inciativa foi do conterrâneo Nem de Nova Cruz, que mora em SP e arrecadou algumas roupas e brinquedos em perfeito estado para doar para as pessoas carentes em Nova Cruz, a parceria feita com Terisvaldo e O Blog Deixa Comigo Macajuba. 


A entrega foi feita em algumas ruas da parte alta de Nova Cruz, por Bernardete Bastos, que é diretora fanaceira do Deixa Comigo Macajuba, Bernardete disse: “ Foi bom vê o sorriso no rosto das crianças, muito obrigado a Nem e Terisvaldo, sabemos que não foi possível doar para mais pessoas, mas foi de coração e com certeza Nem e Terisvaldo irá continuar com esse gesto junto ao nosso Blog”, enfatizou a diretora.



O Deixa Comigo Macajuba completa 9 anos neste sábado,04 de abril de 2020.

 

 



Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

DPU recomenda distribuição da merenda escolar em 68 municípios baianos, Macajuba está entre eles



A Defensoria Pública da União na Bahia (DPU-BA) recomendou aos gestores de 68 municípios pertencentes à subseção local de Feira de Santana para que mantenham a distribuição dos gêneros alimentícios da merenda escolar aos pais ou responsáveis dos estudantes da rede municipal. O defensor público federal Erik Boson recomenda que a medida dure por todo o período de suspensão das aulas em virtude da pandemia do coronavírus.



Até o momento, a recomendação foi enviada às prefeituras de de Feira de Santana, Amargosa, Amélia Rodrigues, Anguera, Antônio Cardoso, Araci, Baixa Grande, Banzaê, Barrocas, Biritinga, Boa Vista do Tupim, Cabaceiras do Paraguaçu, Candeal, Canudos, Capela do Alto Alegre, Castro Alves, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Elísio Medrado, Euclides da Cunha, Iaçu, Ichú, Ipecaetá, Ipirá, Irará, Itaberaba, Itatim, Lajedinho, Lamarão, Macajuba, Mairi, Maragogipe, Milagres, Mundo Novo, Nova Fátima, Ouriçangas, Pé de Serra, Pedrão, Pintadas, Piritiba, Rafael Jambeiro, Riachão do Jacuípe, Queimadas, Quijingue, Retirolândia, Ruy Barbosa, Santa Barbara, Santa Luz, Santa Terezinha, Santanópolis, Santo Estevão, São Domingos, São Gonçalo dos Campos, Sapeaçu, Serra Preta, Serrinha, Tanquinho, Tapiramutá, Teofilândia, Terra Nova, Tucano, Valente e Varzedo.?



Considerando que a merenda escolar representa a principal refeição diária dos estudantes que integram núcleos familiares de baixa renda, a DPU solicita que sejam adotadas as medidas necessárias para garantir que a referida distribuição se dê de forma ininterrupta durante o período de isolamento social. Além disso, a instituição pede a adoção dos cuidados necessários para evitar a aglomeração de pessoas e a propagação do Covid-19 no momento da entrega.



De acordo com o defensor, “muitos pais/responsáveis exercem atividade laborativa autônoma sem formalidade e não têm dentro de seus núcleos de apoio pessoas fora do grupo de risco para deixar seus filhos e, por esta razão, terão uma perda econômica significativa”.

 Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Macajuba tem 69 casos suspeitos de Dengue desde o início do ano




De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do município, Macajuba tem 69 casos suspeitos de dengue, de acordo com Martônio da Silva, atual secretário de saúde, os casos são desde de inicio de 2020 e são suspeitos aguardando resultado do Lacen.

A orientação da Diretoria Municipal de Saúde é que a população faça uso de repelentes, se hidrate bem, tomando muita água; água de coco e que colabore, deixando terrenos e quintais limpos, não deixando água acumulada em recipientes, que se tornam criadouros preferidos do mosquito.



Qualquer sintoma da doença, as pessoas devem procurar uma Unidade de Saúde o mais breve possível.

 

Veja as dicas para se prevenir contra a dengue;

 

Evite o acúmulo de água


O mosquito coloca seus ovos em água limpa, mas não necessariamente potável. Por isso é importante jogar fora pneus velhos, virar garrafas com a boca para baixo e, caso o quintal seja propenso à formação de poças, realizar a drenagem do terreno. Também é necessário lavar a vasilha de água do bicho de estimação regularmente e manter fechadas tampas de caixas d'água e cisternas.

Coloque tela nas janelas


Colocar telas em portas e janelas ajuda a proteger sua família contra o mosquito da dengue. O problema é quando o criadouro está localizado dentro da residência. Nesse caso, a estratégia não será bem sucedida. Por isso, não se esqueça de que a eliminação dos focos da doença é a maneira mais eficaz de proteção.

 

Coloque areia nos vasos de plantas


O uso de pratos nos vasos de plantas pode gerar acúmulo de água. Há três alternativas: eliminar esse prato, lavá-lo regularmente ou colocar areia. A areia conserva a umidade e ao mesmo tempo evita que e o prato se torne um criadouro de mosquitos.

 

Seja consciente com seu lixo


Não despeje lixo em valas, valetas, margens de córregos e riachos. Assim você garante que eles ficarão desobstruídos, evitando acúmulo e até mesmo enchentes. Em casa, deixe as latas de lixo sempre bem tampadas.

 

Coloque desinfetante nos ralos


Ralos pequenos de cozinhas e banheiros raramente tornam-se foco de dengue devido ao constante uso de produtos químicos, como xampu, sabão e água sanitária. Entretanto, alguns ralos são rasos e conservam água estagnada em seu interior. Nesse caso, o ideal é que ele seja fechado com uma tela ou que seja higienizado com desinfetante regularmente.

 

Limpe as calhas


Grandes reservatórios, como caixas d'água, são os criadouros mais produtivos de dengue, mas as larvas do mosquito podem ser encontradas em pequenas quantidades de água também. Para evitar até essas pequenas poças, calhas e canos devem ser checados todos os meses, pois um leve entupimento pode criar reservatórios ideais para o desenvolvimento do Aedes aegypti.

Piscinas e aquários


Piscinas pode se tornar foco de dengue - por isso, a atenção deve ser redobrada com a limpeza em épocas de surto. Já no caso dos aquários, peixes são grandes predadores de formas aquáticas de mosquitos.

 

Uso de inseticidas e larvicidas


Tanto os larvicidas quanto os inseticidas distribuídos aos estados e municípios pela Secretaria de Vigilância em Saúde têm eficácia comprovada, sendo preconizados por um grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde.


Os larvicidas servem para matar as larvas do mosquito da dengue. São aqueles produtos em pó, ou granulado, que o agente de combate a dengue coloca nos ralos, caixas d'água, enfim, nos lugares onde há água parada que não pode ser eliminada.

Já os inseticidas são líquidos espalhados pelas máquinas de nebulização, que matam os insetos adultos enquanto estão voando, pela manhã e à tarde, porque o mosquito tem hábitos diurnos. O fumacê, como é chamado, não é aplicado indiscriminadamente, sendo utilizado somente quando existe a transmissão da dengue em surtos ou epidemias. Desse modo, a nebulização pode ser considerada um recurso extremo, porque é utilizada em um momento de alta transmissão, quando as ações preventivas de combate à dengue falharam ou não foram adotadas.


Algumas vezes, os mosquitos e larvas da dengue desenvolvem resistência aos produtos. Sempre que isso é detectado, o produto é imediatamente substituído por outro.

 

Uso de repelente


O uso de repelentes, principalmente em viagens ou em locais com muitos mosquitos, é um método importante para se proteger contra a dengue. Recomenda-se, porém, o uso de produtos industrializados. Os repelentes caseiros, como andiroba, cravo-da-índia, citronela e óleo de soja não possuem grau de repelência forte o suficiente para manter o mosquito longe por muito tempo. Além disso, a duração e a eficácia do produto são temporárias, sendo necessária diversas reaplicações ao longo do dia, o que muitas pessoas não costumam fazer.

   0Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Vídeo: Internauta reclama de minação acumulando água no Loteamento João Pedreira



Uma moradora do Loteamento João Pedreira em Macajuba, mandou um vídeo para a redação do Deixa Comigo Macajuba falando de uma água que fica sempre na Rua é uma minação, ela diz: “Cheguei de são Paulo tem uns quinze dias venho observando e uma água que nunca seca”

Em contato com a assessoria da prefeitura de Macajuba, fomos informados, que a minação aconteceu após o serviço das Obras de Esgotamento Sanitário na cidade e que a prefeitura já acionou a Embasa para que seja feita a correção do vazamento.

Vídeo:


Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Publicidade Google

Publicidade Google