sábado, 27 de abril de 2013

veja a historia de uma banda sensacional que estará no churrasco da Família Guerra:


    Tico Cavalcanti nasceu em Salvador Bahia no ano de 1984. Por  seus avós paternos e maternos  residirem no interior do estado, exercendo atividades ligadas ao meio rural, Tico os visitava  com frequência no período das suas férias escolares. Esse ambiente possibilitou ao mesmo a convivência com os gêneros musicais: forró e sertanejo, os quais influenciaram bastante o seu gosto pela música.
  Com 12 anos de idade conheceu o violão junto a um grupo de jovens que costumava tocar na igreja da cidade de Esplanada (BA), e com esse instrumento ele aprendeu os primeiros acordes.
  Autodidata e sem contar com nenhum músico na família, logo  tornou-se o primeiro músico da casa e, motivo de alegria e orgulho para seu pai que sempre foi seu fã.
Amante da música nordestina e fã de Luiz Gonzaga, ganhou sua primeira sanfona aos 16 anos. Aprendeu rapidamente a tocar esse instrumento e aos 18 anos, viu na música uma maneira de ganhar seu próprio dinheiro.  Assim, pode conviver de uma  melhor forma com as pressões que sofria do seu pai, para não se descuidar dos estudos, unindo o útil ao agradável.
Iniciou sua estrada musical sendo sanfoneiro em uma banda de amigos chamada “Meu Tio Dedo”, e daí não parou mais. Tocou em diversas  outras bandas como: “Forrozão”, “Daniel Vieira”, “Kart Love”, “Colher de Pau”. Fez trabalhos para “Cangaia de Jegue”, “Torres da Lapa”, “Estaka Zero”, “Pra Casar” e “Tio Barnabé”, vindo posteriormente a participar da banda “Parayzo”, liderada pelo ex “Menudos” Roy Rossello.
   Já esteve em diversos programas de rádio e televisão, dentre os quais podemos destacar os de âmbito nacional: “Programa do Gugu” e “Hoje em dia”.
No segundo semestre de 2012 decidiu seguir carreira solo.  Agora com sua banda, vem mostrando seu trabalho em Salvador e  cidades do interior. Seu som tem as influências de artistas e bandas renomados a exemplo de: “Dorgival Dantas”, “Aviões do Forró”, “Mastruz com Leite”, sem esquecer de citar “Gonzagão” e seu discípulo “Dominguinhos”.
Música boa, alegria e talento é o que ele tem para mostrar, e com enorme carisma e simpatia faz a festa por onde passa.

Forró do Tico é meu, é seu, é nosso!!!

fonte: André Guerra organizador do evento.



Publicidade Google

Publicidade Google