sábado, 22 de outubro de 2016

Moto é tomada de assalto na região de do povoado de Santa Luzia, na noite deste sábado

(Foto: ilustrativa)

No início da noite deste sábado 22 de outubro, de 2016, mais uma moto foi tomada de assalto no município de Macajuba, desta vez foi próximo a região de Santa Luzia, de acordo com informações, o condutor retornava de uma localidade próximo ao povoado quando foi abordado por dois homens que anunciaram o assalto e levaram a moto de placa Bvv 4604, cor vermelha, CG 125, ano 95.

Na moto tinha um couro de boi.


Da Redação| Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM)

Para chegar nossas matérias em seu WhatsApp, basta salvar nosso número e pedir para receber (74)9 99959451

 Publicidade Google



Atenção essa matéria é exclusiva do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM) e não pode ser copiada sem autorização podendo ser punido no Art. 184 do Código Penal.

 O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Jô Soares assina contrato com SBT e estreia programa em 2017, diz colunista

© Divulgação, SBT/Divulgação/Globo/Carol Caminha
Jô Soares comanda sua última temporada temporada à frente do "Programa do Jô", na Globo. Apesar de já ter demonstrado sua tristeza ao deixar a emissora, o apresentador já tem destino certo e uma nova casa: é o que garante o colunista Leo Dias, do jornal "O Dia".
Como já havia sido especulado em julho, o comandante do talk-show assinou contrato com o SBT e segue na Globo só até dezembro. Procurada pelo Purepeople, o canal de Silvio Santos - que teria negado uma entrevista a Jô - não negou a informação, mas afirmou desconhecê-la. "A emissora desconhece essa informações e não vai dar detalhes sobre isso", indicou por meio de sua assessoria de imprensa.
'Por ele, eu usava sainha curta', contou Angélica sobre Luciano Huck
© Divulgação, Globo/Carol Caminha

Uma das entrevistas que mais repercutiram nesta temporada do talk-show foi a do casalAngélica e Luciano Huck. A apresentadora do "Estrelas" contou, por exemplo, que o marido
 não é ciumento quando o assunto são seus looks. "Ele não é machista, a saia é muito longa porque eu quero. Por ele, eu usava sainha curta e barriga de fora", explicou Angélica.
Huck, por sua vez, lembrou do toco que levou da mulher e de quando a chamou para participar de uma matéria em Fernando de Noronha, cheio de segundas intenções. "Eu já achava ela gata e tinha algum interesse além dos estúdios, mas a desculpa foi essa", brincou o global.
Fonte: Site 


Publicidade Google

 O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Cunha a Geddel: 'Vou ser preso, façam alguma coisa'

© Fornecido por New adVentures, Lda.
Assim que soube, pela filha Danielle Dytz, que a Polícia Federal batia à sua porta, no Rio de Janeiro, o ex-deputado Eduardo Cunha entrou em desespero e telefonou para o Palácio do Planalto. Como Michel Temer estava retornando do Japão, a ligação foi atendida pelo ministro Geddel Vieira Lima, articulador político do Palácio do Planalto.
"Geddel, eu vou ser preso! Vocês precisam fazer alguma coisa!", teria dito Cunha no telefonema. O ministro ouviu calado, mas estava ao lado de Eliseu Padilha, chefe da Casa Civil, que, nas horas seguintes entrou em contato com advogados de Cunha para saber se ele precisaria de alguma coisa.
Este relato está na revista Veja, na reportagem de Robson Bonine e revela não apenas a intimidade entre Cunha e a cúpula do PMDB, como também o potencial destrutivo de uma eventual delação do novo homem-bomba da República.
No Planalto, a ligação foi interpretada como uma ameaça. Até porque Cunha já sinalizava que pretendia relatar em seu livro sobre o impeachment como Michel Temer e seus aliados conspiraram para conquistar a presidência da República.
Cunha narraria ter fechado um acordo com o então ministro Jaques Wagner para que os deputados do PT votarem contra sua cassação no conselho de ética. Em seguida, ele teria decidido arquivar todos os pedidos de impeachment.
O ex-presidente da Câmara comunicou sua decisão a Temer, mas, estranhamente, esse acordo vazou para os jornais nos dias seguintes, impedindo assim que fosse sacramentado.
O Resultado foi que o PT rompeu com Cunha, ele aceitou um dos pedidos de impeachment, comprovando a tese de "desvio de finalidade", Dilma foi afastada e Temer está no poder.
Mas agora, preso em Curitiba, ele pretende ser a primeira pessoa na história a afastar dois presidentes da República.
Fonte: Notícias Ao Mundo


Publicidade Google

 O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Publicidade Google

Publicidade Google