segunda-feira, 29 de junho de 2020

FATO OU FAKE vídeo mostre nuvem de gafanhotos em cidade da Paraíba.



Um vídeo compartilhado nas redes sociais que mostra uma nuvem de gafanhotos, na cidade de Monteiro, localizada no Cariri paraibano, é falso. O geógrafo e professor Doutor do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Ericson Torres, analisou as imagens algumas vezes e concluiu que o vídeo é fake.


De acordo com o especialista, não há vestígios de gafanhotos nas árvores da praça João Pessoa, que é a principal do município. Ao PortalT5, o professor Ericson Torres, também nos informou que nessas árvores têm várias aglomerações de pássaros, sobretudo da espécie pardal.


Ao PortalT5, o geógrafo Ericson Torres ainda explica que no vídeo mostra que o fato aconteceu por volta das 0h e que como os pardais costumam voar em bando, mas não sobrevoam durante a madrugada. Ele ainda falou que os pássaros que aparecem nas imagens podem ser andorinhas.


O especialista também diz que não existem vestígios de gafanhotos e nem denúncias. “Eu assisti o vídeo algumas vezes e deu para perceber que não são gafanhotos, são passarinhos, e também creio que não seja, pois não tem vestígios de gafanhotos nas árvores e também não tem denúncia alguma nas propriedades da zona rural”, disse o professor.



Nuvem de gafanhoto 


Um relatório divulgado pelo Ministério da Agricultura da Argentina informo que a espécie de gafanhoto está avançando na América do Sul e que causou diversos danos ao país nos anos de 1960. Os ataques também foram relatados em 2015, em 2017 e 2019. De acordo com os argentinos, o inseto não traz risco aos seres humanos e nem transmitem doenças.

No Brasil, nos anos de 1930 e 1940, os gafanhotos causaram perdas às lavouras de arroz e que nenhuma outra nuvem do inseto havia sido formada.



Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

É #FAKE que Ministério da Saúde repassa R$ 12 mil a hospitais por cada morte por Covid-19

É #FAKE que Ministério da Saúde repassa R$ 12 mil a hospitais por cada morte por Covid-19



Mensagem falsa dá a entender que dados sobre óbitos são manipulados para que crise pareça mais grave.


Circula pelas redes sociais uma mensagem que diz: “Você sabia que a cada atestado de óbito por coronavírus o hospital recebe do governo federal R$ 12 mil? Está explicado”. É #FAKE.




O Ministério da Saúde esclarece que não faz “repasse de verba por registro de morte”. “A pasta realiza o repasse de recursos para ações e serviços públicos de saúde. Esta verba é usada por secretarias estaduais e municipais de saúde para custeio dos serviços, aquisição de insumos básicos para o funcionamento dos postos de saúde e de hospitais, por exemplo, além de proporcionar equipamentos e recursos humanos a estados e municípios”, informa, em nota oficial à CBN.


Ou seja, os repasses não são impactados pelo número de óbitos em decorrência do coronavírus registrados em unidades de saúde, ao contrário do que afirmam várias mensagens falsas similares, segundo as quais médicos são obrigados a atestarem mortes por Covid-19.


A médica Ligia Bahia, especialista em saúde pública, ratifica que o número de óbitos não é usado como critério para os repasses federais, e que isso não muda com a pandemia. “A afirmação não faz o menor sentido. O sistema de transferência de recursos do Ministério da Saúde para secretarias estaduais e delas para as municipais está relacionado com o número de habitantes, de hospitais, de equipes de saúde da família. Esses são os critérios para alocação de recursos. O número de óbitos, que depende do tamanho da população e do espalhamento dos casos, não é critério. Isso nem no Brasil nem em qualquer lugar do mundo. Jamais aconteceu, e é algo que não muda durante a pandemia. Quanto aos critérios de remuneração, sempre são os números de intervenções, consultas, exames realizados. São dados de atendimento. Óbito não é objeto de transação pecuniária, nem poderia ser.”




A ideia por trás desse tipo de informação falsa é que a crise do coronavírus no Brasil não é tão grave assim e que dados estão sendo inflados. Mas o país já é considerado por pesquisadores brasileiros e estrangeiros um dos novos epicentros da doença no mundo. A situação é, sim, muito grave, não só pela propagação rápida do vírus, mas também pela falta de respiradores para atender a todos os pacientes que evoluem para a forma grave da doença.


Os números divulgados não estão superestimados, como afirmam as teorias da conspiração; pelo contrário. Segundo o último levantamento do G1 junto às secretarias estaduais de Saúde, foram registradas no Brasil mais de 16 mil mortes provocadas pela Covid-19.


Um estudo do grupo Covid Brasil, integrado por pesquisadores da Universidade Estadual do Rio de Janeiro e de outras instituições renomadas, sugere ainda que o número de casos é 16 vezes maior que o oficial. Segundo o levantamento, já existem 3,5 milhões de brasileiros contaminados pela Covid-19.


O Ministério da Saúde diz que já liberou R$ 11 bilhões em ações contra o coronavírus, inclusos aí repasses diretos de recursos para estruturação dos serviços de saúde, além de aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para profissionais de saúde, de testes para diagnóstico, medicamentos, respiradores, contratação de pessoal e habilitação de leitos de UTI.

Fonte:G1



Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Políticos com patrimônio milionário têm auxílio emergencial liberado pela Caixa.

[Políticos com patrimônio milionário têm auxílio emergencial liberado pela Caixa]

Segundo levantamento do jornal O Globo,136 candidatos a cargos públicos que declararam bens acima de R$ 1 milhão recebem ajuda do governo,



Entre os beneficiários do auxílio emergencial, estão políticos com patrimônio milionário, segundo levantamento feito pelo jornal O Globo com base em dados do Ministério da Cidadania e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Foram identificados 136 casos de candidatos a cargos públicos nas eleições de 2016 e 2018, cujas declarações de bens ultrapassam R$ 1 milhão, que estão recebendo ajuda do governo. Mesmo declarando patrimônio elevado ao TSE, eles tiveram cadastro aprovado e começaram a receber a segunda parcela. A lista inclui postulantes a cargos de prefeito, vice-prefeito, vereador e deputado estadual e federal.

Em alguns casos, o nome da pessoa foi incluído no cadastro sem seu conhecimento, mas também há indícios de fraudes, que estão em investigação por órgãos de controle.


Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Prefeitura de Macajuba prorroga decreto de medidas no combate a Covid-19



Prefeitura Municipal de Macajuba divulgou nesta segunda-feira, 29 de junho de 2020, um novo Decreto 1831/2020, que prorroga por mais 15 dias, contados a partir do dia 30 de junho de 2020, as medidas temporárias de prevenção e controle para enfrentamento da Covid-19.

Continue lendo apos  publicidade







A decisão de manter as atividades menos essenciais para o momento suspensas por igual período ao decreto anterior.


Com a publicação do decreto no Diário Oficial do Município, as escolas públicas permanecem sem atividades nos próximos 15 dias.

Continue lendo apos  publicidade







Veja o que pode e não pode de acordo com o novo decreto;



Fica proibido a participação de comerciantes de outras cidades, nas feiras livres do município por mais 15 dias.



Vendedores da cidade, devem manter sua barraca na distância de 2 metros, uma da outra.



Bares e Restaurantes continuam fechados, permitindo apenas fazer entregas ou envios de produtos por sistema de delivery.



Aulas nas escolas do município ficam inativas até 15 de junho.



Comércio deve ter disponibilidade de Álcool em Gel para clientes e funcionários, local sempre higienizado, sem aglomerações, estabelecimento deve disponibilizar o álcool em gel em local visível e fácil, havendo descumprimento, a prefeitura pode caçar o alvará de funcionamento.

Continue lendo apos  publicidade







As medidas de prevenção podem ser prorrogadas, caso ainda continue a pandemia.


Veja o decreto na integra:




Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Boletim da Secretaria de Saúde de Macajuba diz que tem 58 casos descartados da Covid-19


A Prefeitura de Macajuba, através da Secretaria Municipal de Saúde e a Vigilância Epidemiológica, divulgou na noite desta segunda-feira, 29 de 2020, um novo balanço sobre casos que envolvem o novo coronavírus (Covid-19) no município.


Continue lendo apos  publicidade






Confira o boletim:




Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Maia diz que acordo para votar adiamento das eleições ainda está longe.

Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (29) que ainda está longe de um acordo para votar na Casa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20, que adia as eleições municipais deste ano, previstas para outubro, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19).
O texto, aprovado na semana passada no Senado, prevê que o pleito seja realizado nos dias 15 e 29 de novembro, em vez das datas oficiais de 4 e 25 de outubro. 
Rodrigo Maia disse que está trabalhando para que haja consenso para votar a matéria até quarta-feira (1°). “É importante que a Câmara tome a sua decisão. Estamos dialogando para construir o apoio necessário, até a unanimidade, para que a gente possa votar, mas ainda estamos longe disso. A nossa intenção é, com diálogo, chegar até quarta-feira (1º) a uma solução para esse problema”, disse durante coletiva ao lado do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, e do deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), depois de uma reunião reservada.
Maia, que defende o adiamento do pleito, lembrou que pelo atual calendário eleitoral, o dia 4 de julho já impõe uma série de restrições nas condutas de agentes públicos e servidores que podem afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais.
“A decisão de votar a PEC precisa acontecer essa semana, até porque temos o prazo de 4 de julho, que é muito importante. São milhares de servidores públicos que pretendem disputar a eleição, certamente muitos na área da saúde, que precisam da informação para tomar a sua decisão”, disse.

Transferência de recursos

Questionado sobre a pressão de prefeitos e deputados para votar o texto da MP 938/20, que transfere recursos da União para estados, municípios e o Distrito Federal, por meio dos fundos de participação de estados e municípios (FPE e FPM), Maia disse que está trabalhando para “organizar a pauta”.
A medida reservou até R$ 16 bilhões para manter os repasses do FPM e do FPE no período de março a junho. Maia disse que, até o momento, foram repassados R$ 10 bilhões e que está avaliando a hipótese de disponibilizar R$ 5 bilhões a R$ 6 bilhões para os entes municipais. 
A votação da MP seria parte de um acordo para resolver o impasse em torno da PEC das eleições. Entretanto, segundo Maia, não há entendimento se os recursos devem ser disponibilizados apenas para a saúde ou podem ser usados em outras áreas, como transporte.
“Estamos dialogando em relação a questão que eu sempre defendi, do adiamento das eleições”, disse Maia, acrescentando “que os prefeitos e deputados ligados a prefeitos estão demandando é que esses recursos possam ser utilizados já que o crédito já está criado. O que queremos e o próprio governo federal já começou esse diálogo conosco há duas semanas, é para a gente criar algum programa para a utilização desses recursos”.

Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior.

Os agentes verificam a temperatura de uma mulher usando uma máscara protetora depois que ela desce de um ônibus público, com o Pão de Açúcar em backgorund

Um estudo feito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) tornou mais fácil identificar lugares onde, segundo pesquisadores, a chance de ser infectado pelo vírus SARS-Cov-2, responsável pela pandemia de covid-19, é maior. Os resultados parecem comprovar o que já é protocolo sanitário em todo o Brasil: a residência é o lugar mais seguro para as pessoas neste momento.

A equipe de virologistas responsáveis pelo levantamento coletou amostras de lugares públicos de alta circulação na cidade de Belo Horizonte. O método utilizado foi parecido com os testes realizados para detectar a presença do vírus no organismo: o swab - um tipo de cotonete alongado que, quando friccionado contra superfícies, coleta o material em repouso - foi usado em pontos de ônibus, corrimãos, entradas de hospitais e até mesmo bancos de praças. Das 101 amostra colhidas, 17 continham traços do novo coronavírus.




Para Matheus Westin, infectologista e professor de medicina da UFMG, a organização dos lugares em categorias de risco faz sentido, apesar de não ter nenhuma participação no estudo. Ele explica que há 3 critérios básicos para avaliação de risco de locais públicos. “Para se avaliar o risco de um determinado local, levamos em consideração três elementos: o número de pessoas que podem portar a infecção, o nível de aglomeração esperado nos ambientes e a chance de haver pessoas com a infecção no local."

O médico lembra, ainda, que objetos também podem ter partículas infecciosas inertes. Frutas, verduras, caixas e outros itens que ficam expostos podem carregar o vetor de infecção. O estudo classificou as áreas de risco de acordo com os três pilares sanitários identificados pelos médicos.


Linha de frente



O estudo mostrou também que profissionais que trabalham na linha de frente de combate ao novo coronavírus estão muito mais suscetíveis ao contágio, já que a proximidade com infectados é inevitável.

“Todas as formas de assistência direta envolvem proximidade. Desde os cuidados primários, como administrar medicação ou conversar com o paciente, aos procedimentos invasivos, como ajustar o ventilador mecânico, aspirar as vias aéreas ou entubar o paciente, tudo isso cria um grande risco de transmissão”, argumenta Westin.

Segundo o médico e professor, o investimento em equipamentos de proteção individual (EPIs) de qualidade é crucial, e pode definir se o profissional médico será contaminado ou não ao tratar pacientes. “Boa parte desse equipamento é de uso único. A troca deve ser periódica. Mas não dá pra esquecer que o profissional de saúde, ao chegar em casa, deve lavar bem com água e sabão as vestimentas hospitalares para remover traços de contaminação das roupas”, informou.



Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Luciano de Noé encerrou a rodada de entrevistados para pré-candidatos a prefeito de Macajuba na rádio Ipirá FM, veja o vídeo



Na manhã desta segunda-feira,29 de junho de 2020, Luciano de Noé (PSD), que é líder da oposição em Macajuba e atual presidente do PSD local, finalizou a rodada de entrevistas com os pres- candidatos a prefeitos de Macajuba, no programa Conexão Chapada da Rádio Ipirá FM.

Depois da entrevista do atual prefeito Murilo Sampaio (MDB), e do pré-candidato a prefeito Neto Macedo (PSB), que é atual vereador.

Luciano encerrou e foi um dos assuntos mais comentado das redes sociais em Macajuba, muitos parabenizando a inciativa da 104,1 pela oportunidade do povo ficar sabendo as propostas e intenções dos três pre-candidatos a prefeito.

Aliados do pré-candidato da oposição soltaram fogos, o vereador Allison Santana (MDB) alfinetou e criticou a ação dos fogos após a entrevista de Luciano.

No giro de noticias as 12:30 Cristiano falará mais sobre a repercussão das entrevistas.



Sintonize 104,1



ou pela Internet



http://l.radios.com.br/r/13466


Veja o vídeo:






Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Em vídeo morador critica falta de atenção em estrada da região do povoado de Santa Luzia no município de Macajuba





Um morador enviou um vídeo relatando, que a mais de três meses existe uma vala em uma estrada próximo ao povoado de Santa Luzia no município de Macajuba.

O vídeo foi enviado com exclusividade ao Deixa Comigo Macajuba na manhã de sábado,27 de junho de 2020, após o blog ter exibido um vídeo mostrando a indignação de um motorista na estrada do São Bento.

O tempo chuvoso pode está contribuindo com a deterioração das estradas, mas os moradores alegam falta de manutenção há alguns meses.



Confira o vídeo:





Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Polícia interfere em festa com Bruno da dupla Bruno e Marrone.

Uma festa que contou com um show de Bruno, da dupla Bruno e Marrone, foi interrompida em Caldas Novas (GO), na noite deste sábado. Segundo relato da polícia, a festa ia contra um decreto municipal que proíbe festas e aglomerações.






Segundo a PM, o evento era uma festa de aniversário do proprietário. Imagens e vídeo mostrando o show de Bruno estão sendo divulgadas pelas redes sociais. Uma foto das ex-BBBs Ivy Moraes e Anamara juntas nessa festa também foi divulgada.

A Polícia Militar registro um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra o organizador da festa. Segundo o portal G1 , a Secretaria de Meio Ambiente de Caldas Novas informou ainda que foi ao local e que fez um auto de infração contra o dono do evento por desobediência aos decretos municipais. A multa pode chegar a R$ 30 mil. Uma audiência na Justiça sobre o caso foi marcado para o dia 3 de julho.

Fonte: IG GENTE

Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Após desabafo, vendedor humilhado por cliente recebe R$ 108 mil em doações.

Viralizou a postagem de desabafo do vendedor de salgados que, por ser novo no oficio e não ter uma mão, atrasou a encomenda e foi humilhado pelo cliente. Diversas pessoas foram tocadas pela história e em apenas três dias, uma vaquinha online foi organizada levantando R$108 mil.


José Rafael Marciano, de 32 anos, mora em Marília no interior de São Paulo, decidiu começar na panificação para complementar a renda durante a pandemia do novo coronavírus. Porém, logo na primeira venda as coisas não saíram como o esperado.

Publicidade
O cliente não aceitou os salgados pelo atraso na entrega e o vendedor fez o post tentando encontrar novos compradores para não ficar com o prejuízo da mercadoria encalhada em casa. Ele explicou que o cliente pediu a encomenda por volta das 9h para que os salgados fossem entregues às 11h. Mas, como eram mais de 50 unidades, ele só terminou o serviço às 13h.

“Fiz com maior carinho, fui até na casa, aí não quis mais porque demorei um pouco. Gente, eu faço tudo na mão, sou deficiente físico, faço tudo com dificuldade, agora vieram me xingar, me ofender. Sobrou muito salgado. Se alguém quiser”, postou.

Rafael ficou bem abalado, pois havia usado o pouco do dinheiro que tinha para comprar os ingredientes. Ele também pensou em doar os salgados e parar com a profissão recém adquirida. Porém, com o grande alcance da história, até o Padre Fábio de Melo compartilhou, agora ele já está pronto para seguir com seu sonho.




Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Imagens mostram como pandemia chegou a comunidades da Amazônia.

O fotógrafo Ueslei Marcelino, em parceria com a Reuters, mostra como a pandemia está afetando comunidades remotas na Amazônia, mais precisamente na Ilha de Marajó, no Pará. Nesta imagem, médicos atendem Carmem Silva, 79, Benedita Vieira, 105, e Manuel Ferreira Santos, 96. Os três vivem na comunidade da Galileia. Como não há assistência médica na região, eles dependem das visitas dos médicos que atravessam o rio.



Maria Angela, 56, é levada de maca para o barco-ambulância após testar positivo para a covid-19. Ela será levada ao hospital já que não existem condições de tratamento na comunidade Menino de Deus, onde mora.



O barco-ambulância é o veículo que transporta os pacientes das comunidades remotas da Amazônia para hospitais em cidades próximas com maior infraestrutura.


Luciendro Costa tem 13 anos e, no momento da foto, sua mãe tinha acabado de testar positivo para a covid-19. Enquanto ele se banhava no rio Acuti Pereira da comunidade Menino de Deus, os trabalhadores da saúde continuavam testando os habitantes do município ribeirinho de Portel, também na ilha de Marajó.


Parentes de Andrelina Bezerra da Silva, 49, que morreu de covid-19 a caminho do hospital, carregam o caixão antes do enterro. Eles contam que foram dias de sofrimento e muita falta de ar antes da morte, próxima ao rio Camaraipi, no município de Braves.



Amadeu Amaral de 7 anos navega com seu pai ao longo do rio Parauau durante a pandemia de covid-19. Eles estão próximos ao município de Braves.



A enfermeira Marília Correa, o secretário da saúde, Nizomar Monteiro e o motorista de barco Ademilton Valente caminham pela ponte que dá acesso à comunidade ribeirinha de Pinheiro, onde vão realizar testes de covid-19 e assistências médicas aos moradores durante a pandemia.



Crianças sentadas na entrada de suas casas na comunidade ribeirinha de Pinheiro, na cidade de Portel, no Pará, enquanto funcionários da saúde realizam testes de coronavírus na comunidade.



Maria de Nazaré, 80, está deitada em uma rede enquanto é testada para covid-19 pela enfermeira Marília Correa. Ela é moradora do município de Portel. No Pará, já foram registradas mais de 4 mil mortes
*Estagiário do R7 sob supervisão de Deborah Giannini .



Fonte:  R7


Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Tempo de trabalho infantil vale para cálculo da aposentadoria.

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) confirmou que o tempo de trabalho rural infantil pode ser computado para efeitos previdenciários. Na decisão, o tribunal reconheceu a ilegalidade do trabalho infantil, mas entendeu que não somar o tempo para o cálculo da aposentadoria é punir o trabalhador duas vezes.


O caso, julgado no inicio deste mês, envolveu um homem que começou a trabalhar com a família na zona rural aos 11 anos de idade e pediu à Justiça que o período trabalhado antes de completar 14 anos fosse somado ao tempo de serviço para solicitação da aposentadoria da Previdência Social. Nas instâncias inferiores, somente o período trabalhado a partir dos 14 anos foi aceito por ser permitido por lei.


No STJ, a Primeira Turma manteve a jurisprudência do tribunal e entendeu que não há idade mínima para reconhecimento do período de trabalho rural infantil para fins previdenciários.



No voto sobre a questão, o ministro Napoleão Nunes Maia, relator do caso, afirmou que o reconhecimento não é uma chancela do Judiciário ao trabalho infantil.


“Reafirma-se que o trabalho da criança e do adolescente deve ser reprimido com energia inflexível, não se admitindo exceção que o justifique. No entanto, uma vez prestado o labor o respectivo tempo deve ser computado, sendo esse cômputo o mínimo que se pode fazer para mitigar o prejuízo sofrido pelo infante, mas isso sem exonerar o empregador das punições legais a que se expõe quem emprega ou explora o trabalho de menores”, disse.
No dia 12 deste mês, em referência ao Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, diversas entidades lembraram que, de acordo com o IBGEInstituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil tem cerca de 2,5 milhões de crianças e adolescentes trabalhando ilegalmente.


Fonte: R7



Publicidade Atenção Macajuba e região . Chegou a Faculdade Cidade Verde. Com ensino semi presencial. Com aulas uma vez por semana. Com curso de graduação e pós graduação. - pedagogia - psicopedagogia - Educação fisica - letras com libras - administração Faça seu curso superior pertinho de casa . Mensalidades apartir de 180,00 Interessados procurar Professora Ana Rita . Contato: 75-99952-2811 Gestora Responsável : Márcia Cristina 75- 99118-8667 Site: unifcv.edu.br

Publicidade Google

Loja Esther Top Modas a mais completa da cidade, conta com moda feminina, masculino adulto e infantil.

Sempre com novas coleção e preços baixos de verdade.

Localizada no calçadão em frente a casa lotérica

Organização: Jean Silva e Cleo Silva

Publicidade Google