Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM): “Tirar foto” de cadáver é crime? E divulgar na internet? Saiba por que o blogueiro mais popular de Macajuba evita enviar esse tipo de foto

segunda-feira, 25 de julho de 2016

“Tirar foto” de cadáver é crime? E divulgar na internet? Saiba por que o blogueiro mais popular de Macajuba evita enviar esse tipo de foto

|    
(Foto Ilustrativa


Nos últimos dias um assunto tem sido bastante comentado em Macajuba, foi sobre a exibição de fotos ou vídeos de cadáveres na internet, o assunto ganhou repercussão no Brasil depois que as fotos do corpo do cantor Cristiano Araújo vazou na internet, os responsáveis foram punidos.



O fato é que esse tipo de crime ainda continua acontecendo, no duplo homicídio que aconteceu em 10 de julho de 2016 no distrito de de Nova Cruz a 13 km de Macajuba, a polícia ainda barrou algumas pessoas que estavam com o celular fotografando, mas mesmo assim as fotos dos cadáveres se espalharam pela internet.

Em Macajuba outras fotos de cadáveres vazaram na internet, fotos e vídeo do então prefeito Fernão que foi assassinado em 02 de abril de 2015 vazou de dentro do hospital Julieta Sampaio, os responsáveis pelas imagens e vídeos não se sabe.

Outa foto que foi tirada no hospital foi a do jovem assassinado em 7 de junho de 2016 no distrito de Nova Cruz, não se sabe quem divulgou as imagens tiradas no hospital.

O blogueiro mais popular de Macajuba evita enviar esse tipo de foto, coordenador do Blog maiS acessado da cidade ,Cristiano Silva cumpre com rigor essa lei e evita enviar imagens fortes até no WhatsApp privado, na opinião dele alem de descumpri uma lei é total desrespeito a família da vitima.

Outro motivo que o comunicador não envia esse tipo de foto é que segundo ele fica passando o filme da imagem em sua mente.

“Acho mesmo importante é a notícia para o povo ficar informado, eu recebo imagens fortes, mas nem baixo, já até coloquei algumas com mosaico no Blog,mas o povo começa pedi a original e como blogueiro devo da exemplo e não repassar esse tipo de imagem”

O grupo do Blog Deixa Comigo Macajuba(DCM) remove com suspenção rigorosa quem envia imagens de cadáveres.

A assessoria jurídica do Blog Deixa Comigo Macajuba(DCM),trás detalhes sobre a legislação que pune quem tira fotos de cadáveres.


Diversos casos de homicídios e acidentes veiculares resultam na exibição pública do motorista envolvido que vem a óbito. A presença de curiosos mórbidos, que nada contribuem para a verificação do caso, só acarreta prejuízo para a persecução penal. Além disso, alguns metediços usam seus smartphones para captar as imagens do morto e divulgar na internet através das redes sociais e aplicativos, pelo simples capricho de distribuir conteúdo sobre um cadáver que não tem relação com o “jornalista doméstico”, tampouco com sua atividade funcional acerca do fato percebido.


A legislação substantiva penal, em seu art. 212, disciplina essa conduta como vilipêndio a cadáver, com pena de prisão de até 3 anos de detenção. E vilipendiar é aviltar, envilecer desrespeitar, m

enosprezar, depreciar o defunto e seus familiares ultrajando sua memória denigrindo o respeito de boa lembrança, o sentimento e a veneração. Aqui não há afronta da honra subjetiva da vítima imediata, pois esta se encontra morta, vácua de emoção, mas atinge a honra objetiva de seus familiares, a moralidade urbana e a sociedade em geral, que não admitem um comportamento com ausência de cunho científico, mas meramente corrompido que viraliza a imagem do cadáver sem nenhum respeito aos parentes da vítima.

Assim, fotografar um cadáver só pelo fato de estar em via pública não é justificado por nenhum um ato acobertado por lei, pois é eivado de vício moral que não legitima essa atitude. Só isso basta para preencher o preceito primário do art. 212, do Código Penal, pois guardar imagens de pessoas mortas, sem cunho científico, mas apenas por uma vontade pessoal, é um procedimento penalmente punível. E se ainda divulgar a imagem guardada poderá responder civilmente pelo dano moral sofrido pelos familiares do morto.

Precedente interessante vem do Ministério Público de Rondônia que se coaduna com o raciocínio aqui elencado sobre o tema quando recomenda que não sejam divulgadas imagens de cadáveres, preservando-se sua exibição em público. Cite-se:

(...) A recomendação foi expedida porque chegou ao conhecimento do Ministério Público em Ariquemes que sites de notícias estariam veiculando fotografias chocantes de cadáveres de vítimas de homicídio e acidentes, o que configura desrespeito à memória do morto e aos seus familiares, podendo caracterizar, ainda, crime de vilipêndio de cadáver, previsto no artigo 212 do Código Penal Brasileiro. “Precisamos encontrar esse ponto de equilíbrio para que não se tolha a liberdade de imprensa e nem se prejudique o direito à intimidade, à imagem, à dignidade humana e ao respeito dos mortos”, ponderam os Promotores de Justiça na recomendação (...) Extraído de:

Por fim, vale lembrar que art. 23, III, do Código Penal, versa sobre o estrito cumprimento do dever legal, conhecida excludente de ilicitude que autoriza o perito criminal a apreender imagens do cadáver com o fim técnico para confecção de laudo de local de crime, o que impede qualquer responsabilidade civil, administrativa e penal, contanto que guarneça as imagens enviando-as apenas ao delegado que preside o feito.


Jurisprudência Classificada

“A enucleação dos olhos de cadáver, para fins didáticos, não configura o delito do art. 212 do CP nem qualquer outro, sendo penalmente atípica” (STF, RTJ 79/102).




Legislação Classificada

CÓDIGO PENAL
Vilipêndio a cadáver

Art. 212 - Vilipendiar cadáver ou suas cinzas:

Pena - detenção, de um a três anos,

FONTE: www.delegados.com.br

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Comente com o Facebook:

Deposito de Bebidas São Bernardo

Bebidas, Gelo, Água, Carvão, Descartáveis e muito mais. Aberto todos os dias das 8:00 as 19 horas. Trabalhamos com evento, temos excelentes preços.

Disque entrega: (74)9 99448708 Direção Lais e Robson

AV. Frederico Costa, N 66. Centro, Macajuba BA

Arquivo do blog

Total de Visitas

Relatório de visitas

Volte ao ▲ Topo