terça-feira, 7 de novembro de 2017

O SINPROMMA APLB SINDICATO de Macajuba irá aderir a paralisação nacional nesta sexta-feira (10), saiba mais

(Foto: Divulgação)

O SINPROMMA APLB SINDICATO - Delegacia Sindical Lavras de Granito comunica a toda a população Macajubense que, sendo uma entidade filiada a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) e a CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), a APLB Sindicato decidiu atender a convocação da CNTE e aderiu a Paralisação Nacional, no dia 10 de novembro, contra a retirada de direitos trabalhistas promovida pelo governo ilegítimo. E irão protestar contra a Lei 13.467 de 13/07/2017 que institui a nova legislação trabalhista e entra em vigor neste sábado (11/11/2017).

Diga não a Reforma Trabalhista – Nela nenhum direito é criado ou fortalecido para o trabalhador. O que se vê é a total destruição do Direito do Trabalho no Brasil, sob a encomenda dos empregadores, patrocinada por um governo que se presta tão-somente a pagar a fatura dos setores empresariais brasileiros que patrocinaram o golpe de 2016 contra a democracia os direitos da classe trabalhadora.

A Reforma Trabalhista Trata-se de um desmanche completo dos direitos trabalhistas e da Justiça do Trabalho, e de surpresa, destrói ainda a sustentação financeira das entidades sindicais de trabalhadores, as únicas que podem, de alguma maneira, fazer o enfrentamento a esse desmonte. É um movimento de destruição que sequer foi ousado ser feito pelos governos militares da época da ditadura civil-militar pela qual o país passou de 1964 a 1985

Protestam em defesa dos direitos contra a redução do salário mínimo, o desmonte da previdência e o fim do trabalho escravo.

Além da Pauta Nacional, os profissionais de educação de Macajuba irão reivindicar sua pauta local, como: Repasse do Precatório do FUNDEF; Lotação dos servidores em educação efetivos da área de apoio (atuais auxiliares de serviços gerais) na Secretaria de Educação / Unidade Escolar e função exercida, através de lei municipal e a adesão ao PRO FUNCIONÁRIO conforme o que determina o PME (Lei municipal nº 189 de 22/12/2014).



Assim o SINPROMMA APLB SINDICATO convoca a todos os profissionais de educação, da rede municipal e estadual a participar ativamente da Paralisação Nacional dia 10 de novembro comparecendo às 8:00 h na sede do sindicato para participar da assembleia deliberativa e atividades.



Fonte: O SINPROMMA APLB SINDICATO de Macajuba

Publicidade 



 Filomena Tend Tudo, breve em Nova Cruz

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Homem é assassinado no Povoado do Amparo em Ipirá




No início da noite desta terça-feira (07), aconteceu um assassinato no povoado do Amparo em Ipirá, Informações preliminares dão contas de se tratar de um foragido da polícia do município de Macajuba.
Em contato com o delegado Caryl Oliveira, ele informou a nossa redação que estava aguardando a chegada da Polícia Técnica para se deslocarem até o povoado para efetuar o levantamento cadavérico, bem como, apurar detalhes da motivação do crime e identidade da vítima.
Aguarde mais informações…
Fonte: Caboronga Notícias


Publicidade


 Filomena Tend Tudo, breve em Nova Cruz

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Polícia de Macajuba prende suspeito de assalto a várias residências rurais e delegado pede que vítimas compareçam a delegacia para que ajude conseguir a prisão preventiva do meliante


Na tarde desta segunda-feira,06 de novembro de 2017, em rotina da atividade de polícia judiciária, no povoado de nova cruz, quando um transeunte que fora vítima de assalto há +/- 15 dias informou a equipe da polícia civil de Macajuba o ipc Wesley e o agente público Tarsio que o autor do roubo ao qual levou seus pertences estaria num bar Fazenda Bravo, que o elemento seria um cidadão de vulgo "Fuca". Que nos últimos 30 dias a polícia civil de Macajuba vem recebendo denúncia de assaltos na zona rural em desfavor do citado.

A polícia deslocou até o local apontado pela vítima, e deparou com alguns elementos no bar, houve abordagem e identificou “Fuca", o mesmo levou os policiais em algumas casas abandonadas na tentativa de encontrar o material fruto dos assaltos, mas não encontrou.

“Desta forma continuaremos na busca do material subtraído e intimação das vítimas desse elemento, com o mesmo foi encontrado um pino de cocaína vazio, foi conduzido para depor para serem tomadas as devidas providências. ” Disse o delegado Dr. Almir Goes.

O delgado ainda ressalta “ESTAMOS PRECISANDO DE VITIMAS PARA CONSEGUIR A PREVENTIVA DOS MELIANTES, QUEM O RECONHECER COMPARECER A DELEGACIA”.

A polícia cumpre com seu papel, mas não tem bola de cristal, por tanto vamos criticar menos e colaborar mais, Delegacia de Macajuba (074) 32592138, Polícia Militar (074) 9 99 087535.




Fonte: Dr. Almir Góes delegado.



Publicidade 

 Filomena Tend Tudo, breve em Nova Cruz

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Deficiente físico disse em grupo de Blog macajubense que vereador de Macajuba falou em dá-lhe um murro e áudio repercutiu na cidade

(Foto: Ilustrativa)


Na noite do último domingo, 05 de novembro de 2017, o macajubense conhecido por Ponxa, postou um áudio no grupo de WhatsApp do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM) que um vereador da cidade teria falo que ia dá um murro nele.

No áudio Ponxa disse: ” tó aqui Sr. Everaldo vereador na Pizzaria de Zé para você me dá um murro, sou aleijado mais tenho consciência de que ando melhor do que você, vem e me dá um murro”, disse o macajubense no áudio.

Sem entender sobre o áudio que foi alvo de comentário nas ruas de Macajuba, nossa produção entrou em contato com o cidadão Ponxa.

Segundo ele, estava falando que o ex-presidente Lula vai ser preso, quando o petista macajubense viu não gostou e teria o chamado de aleijado e falou que deveria da um murro na cara, Ponxa disse que entrou em contato com um advogado e arrumou uma testemunha e foi pra pizzaria e por isso colocou no grupo para que o vereador fosse até onde ele estava, o deficiente físico pediu desculpas por ter colocado o áudio no grupo, admitiu está ingerindo bebida alcoólica e ressaltou que quando bebe é encrenqueiro, mas disse que não irá mais provocar o vereador Everaldo, mas ressaltou que o vereador não deveria o chamar de aleijado , pois é crime.

Procurado pelo Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM), Everaldo disse que o cidadão Ponxa sempre o provoca quando está bebendo e que não prometeu murro, mas reclamou por causa da provocação.



A direção do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM), que administra o grupo pediu que Ponxa evite postar áudios bebendo, mas que não ver motivos para remoção, pois o assunto foi relacionado a política e envolveu um parlamentar e que por isso também foi feita a matéria para que a sociedade entenda o teor do áudio de Ponxa.

Recentemente outro macajubense bastante conhecido foi chamado de aleijado, o enfermeiro Helder Pedreira, teria usado a  "palavra" contra o blogueiro Cristiano Silva no grupo do Blog, depois de alguns comentários sobre um problema no PSF onde o enfermeiro trabalha e Helder se alterou, a mãe do comunicador pediu que não registrasse queixa, um primo do blogueiro chegou a ir ao local de trabalho do enfermeiro tirar satisfações, mas dias depois Helder pediu desculpas em um evento e Cristiano Silva reconheceu que teria falo algo a mais nas discussões no grupo.

De acordo com a Lei Brasileira é preconceito que fere o princípio de igualdade previsto no artigo 5º da Constituição Federal e que deve ser erradicada, eliminada, combatida, esta discriminação gera dano moral, que deve ser indenizado, e cujo montante deve buscar mais que a reparação imediata do ofendido, através de seu caráter educativo, coibir a repetição de práticas discrimatórias e violadoras da dignidade da pessoa humana.

Na opinião de Cristiano Silva o nome não quer dizer nada, porém as pessoas têm que entender que a deficiência de cada uma não estar na discussão e quando ele discute outros assuntos nem me lembra da deficiência, ela não interfere nos seus atos.




Publicidade 


 Filomena Tend Tudo, breve em Nova Cruz

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Publicidade Google

Publicidade Google