sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Major diz que procurará saber informações sobre corrente mal sinalizada perto do Mercado Municipal de Nova Cruz após incidente com a viatura da CIPE CHAPADA

(Fotos Cristiano Silva/ Blog Deixa Comigo Macajuba(DCM)

Na noite de quarta-feira,20 de dezembro de 2017, chegou uma informação na redação do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM), que a viatura da CIPE CHAPADA, teria quebrado uma corrente que tem próximo ao Mercado Municipal do distrito de Nova Cruz.

A reportagem do Blog do Povo Macajubense, foi até o local e comprovou a corrente, que estava amarrada de arame, no lugar existe duas correntes, mas apenas uma foi arrebentada.




Nossa produção através do nosso parceiro Junior Queiroz do Ruy Barbosa Notícias, entrou em contato com o Major da CIPE, que confirmou a informação.

“Estávamos fazendo ronda em Macajuba, daí deslocamos pra Nova Cruz para onde procedemos com rondas e abordagens.

Por volta das 00h00 ao entrar na rua percebemos um estalo, e constatamos que havia uma corrente fechando a rua, porém bem baixa e sem sinalização.

Não tinha ninguém que pudesse prestar informações e aí continuamos na ronda pela localidade.

Não dava para ver a corrente, local é muito mal iluminado, não existe sinalização, a corrente é de cor que impede a visualização e estava baixa.

Da mesma maneira não existia preposto algum que pudesse ser contactado.

Vou procurar saber quem colocou está corrente em via pública.

Não pode colocar uma corrente desta sem sinalização na Rua.

Sorte que foi uma viatura 4 rodas, imagine se os policiais ou outra pessoa tivesse de moto?

Seria um grave acidente”

Palavras do Major da CiPE.




As correntes nessa via pública já causaram confusões e muita polêmica e já foi matérias aqui no Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM) é já é denominada pelos moradores de Nova Cruz como correntes das confusões. Apesar de ter sido um incidente alguns moradores, gostaram da notícia da corrente ter sido quebrada, embora seja um patrimônio público, alguns moradores dizem que elas causam transtornos.



Quando assumiu a prefeitura em 2013, o então prefeito Fernão, colocou corrente no local e entrou na justiça pedindo a desapropriação dos pontos comerciais, a decisão foi favorável aos comerciantes, de acordo com informações ,o documento com o resultado da decisão se encontra na Câmara de Vereadores, mas o local permanece fechado, o prefeito Nelson Brandão, colocou rampas de acessibilidade para cadeirantes no local, após uma matéria do Blog Deixa Comigo Macajuba(DCM), onde Cristiano Silva que é cadeirante havia ameaçado denunciar ao Ministério Público.

O assunto já foi motivo de confusão outras vezes

Entenda o caso:

Quando Fernão fez as construções, fechou o muro onde o Sr.Vanjoaldo tinha as posses, o motivo teria sido perseguição política.



Quando Tarciso assumiu a administração municipal, liberou a retirada do muro em obediência a ordem judicial e que, portanto, o Sr.Vanjoaldo em pleno direito de posse, vendeu os lotes. Essas informações são dos próprios comerciantes e do Sr.Vanjoaldo.



Vale lembrar que o terreno onde hoje é a feira livre de Nova Cruz foi invadido pelo então prefeito Fernão e que a família que era a proprietária da área, não aceitou que lhe foi proposto pela administração e o caso se arrasta até hoje na justiça.


Na época em janeiro de 2014 nossa reportagem falou com o então prefeito Fernão sobre a confusão da corrente e ele nos disse que o local não é rua e sim área dos boxes.



Disse-nos que os comerciantes envolvidos, invadiram o patrimônio público e que nas gestões dele e Diana, esse local sempre ficou acorrentado durante a semana.



Reveja a matérias relacionada a essas correntes aqui no Blog Deixa Comigo Macajuba(DCM)


Corrente na entrada dos Boxes do Mercado Municipal no distrito de Nova Cruz, volta a causar confusão entre vereador e cidadão



Mensagem de natal do Blog Deixa Comigo Macajuba(DCM)




Publicidade 


 Filomena Tend Tudo, breve em Nova Cruz

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Mulher e duas crianças foram atropeladas na estrada da Cancela Preta a Macajuba



No finalzinho da tarde de quinta-feira, 21 de dezembro de 2017, uma mulher de nome Arleide e duas crianças foram atropeladas na estrada que liga a região da Cancela Preta Zona Rural de Macajuba.

De acordo com o esposo de Arleide, um veículo que estava sendo dirigido por uma pessoa de nome Arnaldo, atropelou a mulher e duas crianças, o jumento que ela e os filhos estavam morreu na hora.

As crianças tiveram ferimentos leves, já Arleide, teve fraturas, mas já está em casa.



Do Plantão Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM)


Mensagem de natal do Blog Deixa Comigo Macajuba(DCM)


Publicidade Filomena Tend Tudo, breve em Nova Cruz

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Que vergonha: Maior distrito macajubense poderá passar o natal sem água, com algumas ruas escuras e sem sinal de TV

(Fotos arquivo Blog Deixa Comigo Macajuba(DCM)



É vergonhoso, mas é a realidade de Nova Cruz, distrito que fica a 13 km de Macajuba, onde a população, principalmente a população carente vive no desmando que é sem igual.

O distrito tem três vereadores que reside no local, sendo que um deles é presidente da Câmara de Vereadores de Macajuba, o vereador de oposição até chega a cobrar, mas as melhorias não acontecem.

O sinal de TV, que já tem vários meses sem funcionar, segundo os vereadores de situação o equipamento já foi levado para o conserto, mas a até o fechamento dessa matéria ainda não foi solucionado o problema.

A iluminação pública também é alvo de muitas críticas, apesar da ornamentação de natal, algumas ruas reclamam de falta de iluminação, moradores da Rua 2 Irmãos reclamam, na Rua Deraldo Martins, a situação não é diferente, algumas lâmpadas viraram pisca pisca acende e apagam a todo momento, próximo ao bar de Nico, existe uma lâmpada queimada há cerca de 2 meses e uma lâmpada no bar foi improvisada para amenizar o escuro.

Na rua 7 de setembro, também em Nova Cruz, o escuro é antigo e os comerciantes tem que acender a luz do comercio, mas a taxa de iluminação pública é paga todo mês, na mesma rua a lâmpada fica acessa o dia todo, a informação que é o sensor da lâmpada, mas os responsáveis da área não troca.




Na Rua Nova 2 no distrito de Nova Cruz, moradores esperam pelos braços de luz que já foi cobrado e nada foi feito.




Na sessão de 07 de dezembro de 2017, o vereador Alison Santana, disse que a cidade está tendo um banho de luz, Allison falou isso após as cobranças feitas pelo vereador Isack Soares.


Até o fechamento dessa reportagem o banho de luz ainda não chegou ao distrito de Nova Cruz, fomos informados por prepostos da prefeitura que o problema de iluminação no distrito seria resolvido antes do natal, a população continua no aguardo.

Já água que é um problema da Embasa que é uma empresa estatual, não cai em várias ruas a mais de 30 dias, a parte alta do distrito pede socorro e poderá passar o natal sem o liquido precioso na torneira, nossa produção ligou para a central da Embasa e segundo eles tomariam as providencias em 48 horas, mas até o fechamento dessa reportagem água ainda não havia caído nas torneiras das casas, ainda de acordo com os moradores nas casas populares que fica na parte baixa do distrito está caindo água a cerca de uma semana o que pode ser mal remanejamento por parte dos prepostos locais.

Em Macajuba também a parte alta da cidade reclama falta de água.

Infelizmente essa é a realidade, uma verdade nua e crua que eles não gostam que divulgue, mas o Blog do Povo Macajubense mostra.

Com a palavra a gestão da prefeita Mary e a gerencia da Embasa local.




Publicidade 



 Filomena Tend Tudo, breve em Nova Cruz

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Diretores do SINPROMMA APLB SINDICATO de Macajuba em uma reunião na Câmara de Vereadores de Baixa Grande e diz que gestão macajubense deve seguir o exemplo

(Fotos cedidas pelo Sindicato)

Os diretores do SINPROMMA APLB SINDICATO, Josete e Sérgio, estiveram presentes na quarta-feira,20 de dezembro de 2017, a convite da Assessoria Jurídica, Dr. Noildo Nascimento, e dirigentes da APLB SINDICATO, Loiane, Dinólia, Ena Mayana e Guto, numa reunião com representantes da APLB, do Sindicato dos Servidores e o Legislativo Municipal de Baixa Grande onde trataram sobre o Precatório do Fundef de Baixa Grande.

 

Houve a notícia que o Precatório havia sido depositado na terça-feira(19), mas depois verificou-se que foi um recurso creditado na conta do FUNDEB, e que foi estornado porque não era devido.

 

Na reunião foi consenso dos vereadores (situação e oposição) e assessoria jurídica da Câmara que a Lei do FUNDEF/FUNDEB garante a distribuição dos 60 % do Precatório Fundef para os Profissionais de Educação, assim como não existe nenhum impedimento legal no pagamento do mesmo, e eles se comprometeram em trabalhar junto a Gestão Municipal com o objetivo de garantir esse direito. Estarão também estudando a possibilidade de pagar os funcionários de escola, reservando um percentual dentro dos 40% do Precatório do Fundef.


Segundo a Presidente da Câmara Sra. Nadja Nara Magalhães Miranda Melo o Gestor Público também tem interesse em fazer o repasse dos 60%, durante a reunião a mesma colocou que é desnecessário pensar em ajuizar o pleito e que tudo será resolvido através do diálogo. Assim, foi formado uma Comissão Técnica para elaboração, formatação do Plano de Aplicação decorrente do Precatório do Fundef, a qual será composta por representantes do executivo, legislativo e sindicatos representantes da categoria.

Parabenizamos a Gestão e aos vereadores de Baixa Grande que demonstraram compromisso e responsabilidade com a aplicação dos recursos públicos dentro das Leis, e que estão desempenhando seu papel de representante do povo "sem politicagem", na garantia dos direitos da categoria.

Que essa postura venha a servir de exemplo em nosso município.

Também foram feitas algumas referências sobre Macajuba.
Um professor do município presente na Câmara gritou: "Baixa Grande não é Macajuba não, o povo aqui tem coragem".

E no final da reunião o vereador Aurenival Tavares de Matos também colocou para a diretora do sindicato que o Precatório de Macajuba ainda não foi pago porque o povo não sabe lutar, e que lá será bem diferente.



Publicidade 



 Filomena Tend Tudo, breve em Nova Cruz

O Espaço para comentar a matéria está logo abaixo: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog Deixa Comigo Macajuba (DCM).

Publicidade Google

Loja Esther Top Modas a mais completa da cidade, conta com moda feminina, masculino adulto e infantil.

Sempre com novas coleção e preços baixos de verdade.

Localizada no calçadão em frente a casa lotérica

Organização: Jean Silva e Cleo Silva

Publicidade Google