Deixa Comigo Macajuba: Alunos do 1° A-V do Colégio Estadual Carlito de Carvalho apresentaram peça de Jorge Amado "Dona Flor e seus dois maridos”

Publicidade Google

Ouça ao vivo Web Rádio DCM

Publicidade Google

Ouça a matéria em áudio

terça-feira, 21 de maio de 2019

Alunos do 1° A-V do Colégio Estadual Carlito de Carvalho apresentaram peça de Jorge Amado "Dona Flor e seus dois maridos”

|    


(Fotos e vídeos: Bruna Santos/ Blog Deixa Comigo Macajuba(DCM)


Por: Bruna Santos




Na tarde de segunda-feira 20 de maio de 2019, os alunos do 1° A-V do Colégio Estadual Carlito de Carvalho apresentaram uma peça de Jorge Amado, cujo o título é "Dona Flor e seus dois maridos "



De acordo com o site www.jorgeamado.com.br a história é basicamente assim:

Num domingo de Carnaval, Vadinho parou de sambar e caiu duro. Uma vida de boemia chegava ao fim: cachaça, jogatina e noites de esbórnia arruinaram o jovem malandro. Dona Flor acorreu em prantos ao corpo do marido, fantasiado de baiana. Em sete anos de casamento, sofrera com as safadezas de Vadinho, mas o amava.

Viúva, Florípedes Guimarães concentra-se nas aulas de cozinha na escola Sabor e Arte. Um ano depois da morte de Vadinho, porém, o desejo do corpo lhe incendeia o recato da alma.

O farmacêutico Teodoro Madureira surge como pretendente. Do namoro e de um noivado pudico, eles passam ao casamento. Cerimonioso e equilibrado, o segundo marido é o oposto do primeiro. Dr. Teodoro vive para a farmácia e para os ensaios de fagote. Flor é feliz com ele, mas sente um vazio que não sabe definir.

Certa noite, depois de um ano de casada, dona Flor toma um susto: Vadinho está nu, deitado na cama, rindo e acenando para ela. O fantasma do malandro passa a viver com o casal.

No melhor estilo de crônica de costumes, Dona Flor e seus dois maridos descreve a vida noturna de Salvador, seus cassinos e cabarés, a culinária baiana, os ritos do candomblé e o convívio entre políticos, doutores, poetas, prostitutas e malandros.

Uma das mais conhecidas personagens femininas do autor, dona Flor encarna contradições bem brasileiras. Dividida entre o fiel e comedido Teodoro e o extravagante e voluptuoso Vadinho, ela decide viver o melhor de dois mundos.

A narrativa faz um retrato inventivo e bem-humorado das ambigüidades que marcam o Brasil, país dividido entre o compromisso e o prazer, a alegria e a seriedade, o trabalho e a malandragem.

Vídeo:





Mais fotos da apresentação:









Publicidade

Comente com o Facebook:

Deposito de Bebidas São Bernardo

Bebidas, Gelo, Água, Carvão, Descartáveis e muito mais. Aberto todos os dias das 8:00 as 19 horas. Trabalhamos com evento, além de cerveja, frios.

Temos excelentes preços. Disque entrega: (74)9 99448708 Aceitamos cartão de credito e debito

Direção: Lais e Robson. AV. Frederico Costa, N 66. Centro, Macajuba BA

Publicidade Google

Arquivo do blog

Total de Visitas

Volte ao ▲ Topo