sábado, 3 de agosto de 2019

Torcida do Palmeiras faz protesto em tom de ameaça na Academia antes de jogo contra o Corinthians

O último dia de treinamento do Palmeiras antes do clássico contra o Corinthians foi agitado. Torcedores de uma organizada do Verdão fizeram protesto na porta da Academia de Futebol enquanto Felipão trabalhava em campo com os jogadores.


Em tom de ameaça, os palmeirenses que foram ao local protestaram contra o técnico Felipão e diretoria. Eles também ressaltaram a importância do Dérbi deste domingo, que será disputado em Itaquera, válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Uma das faixas colocadas na entrada da Academia de Futebol dizia: "ninguém morreu ainda". Outras afirmavam que o "clássico vale vida" e questionava "Felipão dono do Verdão?"



Torcedores também cantaram músicas contra Scolari e jogadores.

Após a eliminação contra o Internacional, na Copa do Brasil, Felipão minimizou a derrota em Porto Alegre afirmando que ninguém havia morrido. Antes deste sábado, a organizada do Verdão já havia protestado em Fortaleza, antes da partida contra o Ceará, e em Mendoza, antes do jogo contra o Godoy Cruz.


Uma carta divulgada pela Mancha Verde critica o técnico Luiz Felipe Scolari e o planejamento da diretoria comandada por Mauricio Galiotte e Alexandre Mattos. As contratações de Ricardo Goulart, Carlos Eduardo e Henrique Dourado causaram reclamações da torcida
.

Fonte: Ge (Globo esporte)


Publicidade

Polícia do RJ prende pai e madrasta por tortura e morte de menina de 6 anos

 Divisão de Homicídios da Capital do RJ prendeu neste sábado (3) o pai e a madrasta de uma criança de 6 anos, que morreu nesta sexta-feira (2) após ter sido torturada.
A menina chegou morta ao Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins de Vasconcelos, Zona Norte do Rio. As graves lesões chamaram a atenção dos médicos, que acionaram a polícia.
Homens da UPP do Lins detiveram o pai, Rodrigo Jesus da França, de 25 anos, que confessou o crime. Ele admitiu que deixava Mel Rhayane Ribeiro de Jesus amarrada em casa.
Juliana Mayara Brito da Silva, a madrasta, negou ter batido na menina, mas foi presa em flagrante por omissão.
A DH vai fazer uma perícia na casa de Mel Rhayane.
Menina torturada e morta tinha 6 anos — Foto: Reprodução/Redes sociais

Horror

Peritos constataram diversas lesões no corpo da criança: a falta de um pedaço da orelha, lesões nas costas e úlceras no tornozelo e mãos.
Segundo a polícia, as úlceras mostram que a menina era constantemente amarrada e chicoteada. Os peritos também indicaram que as lesões são antigas.
A criança foi inclusive retirada da escola para que os ferimentos não fossem notados, segundo a polícia.
À polícia, o pai explicou que mantinha Mel Rhayane presa e amarrada para corrigir um suposto comportamento sexual da menina.
Segundo Rodrigo, o atual companheiro da mãe de Mel Rhayane a estuprou. Desde então, deixava a filha escondida em casa.
Fonte  G1



Publicidade

Gusttavo Lima é agredido durante show na Bahia

Gusttavo Lima foi agredido, na última quinta-feira (1), durante um show, em Barreiras, na Bahia. Um vídeo que passou a circular nas redes sociais no mesmo dia mostrou o momento em que uma mulher atingiu o rosto do cantor com um copo cheio de bebida.

Na filmagem, o artista aparece no palco, cantando, até que decide parar de braços abertos para o público. É então nesse momento, que o copo voa com força em sua direção. A assessoria de imprensa informou que apesar do susto, o músico não se machucou. 

Renato Sertanejeiro publicou o vídeo nas redes sociais. Na legenda da publicação, o youtuber criticou a atitude da moça. 

“Gusttavo Lima ontem levou uma COPADA muito forte na cara em show na cidade de Barreiras-BA! Incrível como ainda existe esse tipo de situação triste…Revoltante essa covardia”, escreveu.




Fonte: MSN Notícias 


Publicidade

Publicidade Google

Publicidade Google