terça-feira, 6 de agosto de 2019

FAKE AQUI NÃO! UM MILHÃO É MUITO IMPORTANTE PARA A SAÚDE DE MACAJUBA, MAS NÃO FOI EMENDA DE DEPUTADO


No dia 23 de julho de 2019, a Prefeitura Municipal de Macajuba divulgou no seu site oficial que o Dep. Estadual Sandro Regis havia destinado R$ 1.000.000,00 através de uma emenda parlamentar. No mesmo dia, o blog Deixa Comigo Macajuba publicou uma matéria mostrando que o recurso era oriundo do Governo Federal e, por tanto, não poderia ter sido emenda de um deputado estadual.

Essa matéria do Deixa Comigo Macajuba despertou a fúria de algumas pessoas aliadas da atual gestão municipal. Inclusive um blog local publicou uma nova matéria sobre o assunto e chamou parte da população macajubense de palerma. No dia 1º de agosto, o mesmo blog publicou um suposto ofício do Dep. Federal Elmar Nascimento, onde o parlamentar informa que atendeu à solicitação do Dep. Estadual Sandro Regis.

Novamente, gostaríamos de deixar claro que não somos contra o repasse. Pelo contrário, todo recurso que possa beneficiar o povo macajubense será sempre bem-vindo e será noticiado pelo Deixa Comigo Macajuba com imparcialidade. O que estamos mostrando é que a origem do recurso é diferente daquela informada pelo site oficial da Prefeitura.

A seguir, imagens das emendas feitas pela Dep. Federal Elmar Nascimento, consultadas, hoje, no site da Câmara dos Deputados. Observe que não consta Macajuba na lista de municípios beneficiados pelas emendas do referido deputado.

 

Como já informamos anteriormente, a emenda que beneficiou o município de Macajuba foi feita pela Comissão de Seguridade Social e Família, como pode ser vista na imagem a seguir, retirada do Projeto de Lei Orçamentária para 2019 do Governo Federal:


Vale ressaltar que o Dep. Elmar Nascimento não faz parte da Comissão de Seguridade e Família, como é possível constatar nas imagens abaixo:



 
Nós, do Deixa Comigo Macajuba, temos o compromisso com a verdade. Por isso, nos sentimos na obrigação de mostrar os fatos para a população macajubense. Nós trabalhamos durante o final de semana, consultamos o site da Câmara dos Deputados e outras fontes oficiais para trazer a informação com imparcialidade.


Por fim, esperamos que a Prefeitura aplique o dinheiro da melhor forma possível para que a população macajubense seja beneficiada por esse recurso Federal. Mais uma vez deixamos claro: não somos contra o repasse, somos contra a Fake News.


Publicidade

“Meu filho sonha em conhecer o pai que mora em Macajuba”, diz mulher do Maceió (AL)


Edileusa conta que saiu de São Paulo Está com 41 anos, em 1977 teve casa incendiada e ficou muito triste e deixou seu companheiro para trás Jonas Jesus da Silva, trazendo o filho dele, Adriano Jesus da Silva, que cobra sempre de sua mãe Edileusa em querer saber sobre o pai, o sonho dele é encontrar o pai dele.

Ela manteve contato com um dos parentes de Jonas que disse que ele atualmente mora em Macajuba.

“Eu peço ajuda que alguém venha poder me ajudar, eu vou agradecer muito

Eu tenho fé em Deus que eu vou encontrar. Hoje eu moro em Maceió no Estado de Alagoas”, diz Edileusa

Ainda de acordo com Edileusa, Jonas tem um irmão por nome Roque e outro por nome Manoel que morava em Ruy Barbosa, sendo que mais dois irmãos moravam em SP, Aurino e Ana que já é falecida.

Qualquer informação deve entrar em contato com Edileusa pelo (082) 8731-2154 ou entrar em contato com a redação do Deixa Comigo Macajuba (074) 9 99959451

( Foto cedida por Edileusa) 




Publicidade

Arvore caída na estrada Santa Luzia a Nova Cruz já foi retirada, informou internauta



Na noite desta segunda-feira, 05 de agosto de 2019, O Deixa Comigo Macajuba postou uma matéria fazendo um alerta sobre uma arvore conhecida como jerema caída na estrada que liga aos povoados de Nova Cruz a Santa Luzia no município de Macajuba.

Minutos depois da matéria um internauta informou que a arvore já havia sido retirada, na manhã desta terça-feira, 06 de agosto de 2019, ele enviou fotos comprovando a informação.





Publicidade

Em resposta à Justiça da Bahia, AGU aponta direito de Bolsonaro de indicar filho para embaixada dos EUA


A Advocacia-Geral da União se manifestou na segunda-feira (5) sobre a liminar expedida pela Justiça Federal baiana contra a indicação do filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Eduardo Bolsonaro, para embaixada dos EUA.

Em resposta, o órgão apontou o direito do presidente à indicação do filho e pediu indeferimento da ação popular movida na Bahia.

Segundo a defesa do presidente, a indicação não fere os preceitos constitucionais e legais e, por isso, ainda conforme o documento, não há fundamentos para a continuidade da ação.

"Não há, portanto, substrato fático ou jurídico nem para a concessão da liminar pretendida, nem mesmo para o prosseguimento do feito, razão pela qual requer o indeferimento da petição inicial", diz um trecho da defesa.

A decisão da Justiça Federal baiana foi publicada no dia 29 de julho. Na liminar, o juiz André Jackson de Holanda Maurício Júnior, substituto da 1ª Vara Federal da Bahia, intimou o presidente e o filho a darem explicações sobre a indicação do deputado federal ao cargo de embaixador do Brasil no Estados Unidos.

A intimação ocorreu após o juiz aceitar um pedido de ação popular movida contra a nomeação de Eduardo Bolsonaro. A ação popular foi movida pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA).

"O preenchimento de cargos relevantes como Chefe de Missão Diplomática Definitiva em território estrangeiro por parentes próximos do Chefe do Executivo, como por exemplo seus descentes (filho), violam todos os mandamentos constitucionais referentes à impessoalidade e à moralidade", diz um trecho da ação popular, que pede que a indicação de Eduardo Bolsonaro seja barrada de forma imediata.

Segundo a decisão do juiz, Jair Bolsonaro e o filho teriam cinco dias após a intimação para se manifestar.
Fonte: G1



Publicidade

Publicidade Google

Publicidade Google