Deixa Comigo Macajuba: Política

Ouça a matéria em áudio

Mostrando postagens com marcador Política. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Política. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Bolsonaro diz que latas de leite condensado são para "enfiar no rabo da imprensa"

|    
Foi durante um almoço privado com cantores de música sertaneja, que ocorreu nesta quarta-feira, que Jair Bolsonaro se referiu pela primeira vez aos gastos do governo federal em alimentação durante o ano de 2020: mais de 1,8 mil milhões de reais em alimentos, o que representa um aumento de 20% face a 2019, num ano em que os serviços estiveram, em grande parte, encerrados por causa da pandemia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Um dos detalhes que mais chama a atenção na reportagem publicada no domingo pelo jornal Metrópoles está a despesa de 15 milhões de reais só em leite condensado.

"Quando vem a imprensa, me atacar, que eu comprei, 2 milhões e meio de lata de leite condensado. Vai pra p*que pariu. [...] Imprensa de m*essa daí. É pra enfiar no rabo de vocês, de vocês não, de vocês aí da imprensa, essa lata de leite condensado", ouve-se dizer o presidente, conforme pode ver no vídeo acima, sendo no final agraciado com um coro de gritos de "mito".

O chefe do Executivo estava acompanhado do presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, dos ministros Fabio Faria, Ernesto Araújo, Tarcísio Freitas, Mario Frias, do filho Jair Renan e de vários artistas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Bolsonaro defende, ainda, de acordo com o Correio Braziliense, que os produtos não são destinados à presidência. "Não é para a Presidência da República essa compra de alimentos até porque nossa fonte é outra. São para alimentar 370 mil homens do exército brasileiro e também programas de alimentação via Ministério da Cidadania, também alimentação via Ministério da Educação, entre tantos e tantos outros", justificou.

Recorde-se que alguns partidos pediram nesta quarta-feira a abertura de uma investigação em relação aos gastos do governo de Jair Bolsonaro com alimentação em 2020. O Partido Democrático Trabalhista (PDT), que entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar esses gastos, considera que os valores são "exorbitantes".


Publicidade: POINT DO AÇAÍ 💥💥EM BREVE NA PRAÇA CASTRO CINCURÁ MACAJUBA BA 🍧 AÇAÍTERIA SELF-SERVICE 📲 REALIZE SEU PEDIDO (75) 9 9999-8086



 

 


quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Bolsonaro apela para que caminhoneiros não façam greve

|    
O presidente Jair Bolsonaro apelou hoje (27) aos caminhoneiros para que não façam greve. "Reconhecemos o valor dos caminhoneiros para a economia do Brasil. Apelamos para eles que não façam greve porque todos nós vamos perder, todos, sem exceção. Agora, a solução não é fácil, estamos buscando uma maneira de não ter mais este reajuste", disse, após reunião no Ministério da Economia.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Ontem (26), a Petrobras reajustou o preço médio do diesel nas refinarias em 4,4% e há especulações sobre uma greve de caminhoneiros que aconteceria na próxima segunda-feira (1º). “A Petrobras segue uma planilha, tem a ver com preço do petróleo lá fora, tem a ver com variação do dólar. Ontem foi boa notícia, o dólar baixou R$ 0,20. Estamos estudando medidas, agora, não tenho como dar uma resposta de como diminuir impacto, que, na verdade, foram nove centavos no preço do diesel”, disse, ressaltando que não interfere na política de preços da empresa.

De acordo com o presidente, está em estudo a diminuição doPIS (Programa de Integração Social) e da Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social),impostos federaisque incidem sobre os combustíveis. O impacto da renúncia aos cofres da União, segundo ele, é de R$ 800 milhões por cada centavo reduzido. Para Bolsonaro, é importante que os governadores também reduzam o ICMS, imposto estadual.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
“Para cada centavo do preço do diesel, aproveitando nós queremos diminuir no caso PIS/Cofins, equivale a buscarmos em outro local R$ 800 milhões. Então, não é uma conta fácil de ser feita. Agora, o diesel está num preço razoável nas refinarias, mas até sair da refinaria e chegar na bomba de combustível tem ICMS, imposto que é o mais caro que tem sobre o combustível no Brasil, tem a margem de lucro, tem transportadores, tem muito monopólio no meio disso. Estamos buscando alternativas mas não são fáceis”, disse.

Bolsonaro foi ao Ministério da Economia acompanhado do presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrsel), Paulo Solmucci, para tratar de medidas de socorro ao setor, que foi fortemente impactado pelas restrições impostas durante a pandemia de covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
De acordo com Solmucci, uma das demandas apresentadas ao governo foi a prorrogação da carência para pagar os empréstimos no âmbito do Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), criado em meio à pandemia. Além disso, os micro e pequenos empresários, enquadrado o Simples Nacional, querem ajuda para pagar os impostos, sob o risco de serem desenquadrados do regime.

Outro pedido da Abrasel é a revisão do Benefício Emergencial (BEM), também criado durante a pandemia, que permite reduzir jornada e suspender contrato de trabalho sem funcionários sem perder o vínculo empregatício.

Segundo o presidente Bolsonaro, as demandas serão estudadas e anunciadas em até 15 dias.


Publicidade: POINT DO AÇAÍ 💥💥EM BREVE NA PRAÇA CASTRO CINCURÁ MACAJUBA BA 🍧 AÇAÍTERIA SELF-SERVICE 📲 REALIZE SEU PEDIDO (75) 9 9999-8086



 

 


Câmara Municipal de Macajuba Nomeou o Fiscal dos contratos

|    

O Presidente da Câmara Municipal de Macajuba- Ba, Nomeou nesta quarta-feira, 27 de janeiro de 2021, o Sr. Edgard Pinheiro Dos Santos Filho, o Fiscal dos contratos da Câmara Municipal de Macajuba.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A nomeação está  publicado do Diário Oficial da Câmara Municipal de Macajuba.




                                          Publicidade: POINT DO AÇAÍ 💥💥EM BREVE NA PRAÇA CASTRO CINCURÁ MACAJUBA BA 🍧 AÇAÍTERIA SELF-SERVICE 📲 REALIZE SEU PEDIDO (75) 9 9999-8086



 

 


Governo Bolsonaro gasta R$ 15 milhões só com leite condensado em 2020

|    



O governo de Jair Bolsonaro gastou mais de R$ 1,8 bilhão em alimentos em 2020. Um dos itens que mais chamou a atenção foi o gasto de mais de R$ 15 milhões com leite condensado.Um dos pratos preferidos do presidente é comer o produto com pão. As informações são do (M) Dados, do portal Metrópoles.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Executivo federal também gastou mais de R$ 2,2 milhões com chicletes, R$ 32,7 milhões com pizza e refrigerante e R$ 6 milhões com frutos do mar. O órgão que teve mais gastos foi o Ministério da Defesa, que gastou R$ 632 milhões com alimentos, incluindo mais de R$ 2 milhões só com vinhos.

O Ministério da Economia disse ao Metrópoles que o ministério lidera os gastos porque alimenta “tropas das forças armadas em serviço”, mas disse que as despesas estão “dentro do orçamento”.


                                          Publicidade: POINT DO AÇAÍ 💥💥EM BREVE NA PRAÇA CASTRO CINCURÁ MACAJUBA BA 🍧 AÇAÍTERIA SELF-SERVICE 📲 REALIZE SEU PEDIDO (75) 9 9999-8086



 

 


Rui Costa diz que não há prazo para volta às aulas na Bahia: 'Pandemia está pior

|    



A retomada das aulas presenciais na Bahia continua sem prazo para acontecer. Segundo o governador Rui Costa (PT), com o aumento de casos e óbitos provocados pela Covid-19 no estado, não é possível estimar data para volta das atividades.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

“Eu pretendia voltar desde o mês de outubro, mas o técnicos da secretaria de Saúde nos chamaram atenção de grandes aglomerações do período eleitoral, e um certo relaxamento por parte da juventude, e que isso poderia gerar uma alta na contaminação. Infelizmente, os técnicos tinham razão, e o que vimos, não só na Bahia, foi um crescimento acelerado da doença”, disse o governador, em entrevista ao “Isso é Bahia”, programa da rádio A TARDE FM em parceria com o Bahia Notícias. 

 

O petista afirmou concordar com a necessidade de retorno urgente das aulas, mas ponderou que a pandemia continua em trajetória de crescimento, sem perspectiva de estabilização ou baixa. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

“Chegamos a ter, em maio e junho, 70 óbitos por dia. Caímos em outubro para 20 óbitos por dia. Em novembro, passamos a subir e, em dezembro, passamos a ter 30 mortes por dia, ou seja, 900 mortes por mês. Em janeiro, a situação está pior, devemos fechar o mês com 35 óbitos por dia. Nesse momento de crescimento da doença, não ver ser nós a voltarmos às aulas”, alertou. 

 

O objetivo é aguardar as próximas três semanas para monitorar se haverá queda no número de óbitos e uma estabilização da quantidade diária de novos casos. Rui aproveitou para fazer um apelo para que os jovens tenham comportamento mais cuidadoso diante da pandemia. 

 

“Renovo meu apelo para que os jovens tenham consciência, evitem aglomerações, festas, pois eles são os principais disseminadores da doença. Nesse momento, eles são assintomáticos, mas acabam levando a doença para dentro de casa.”


                                          Publicidade: POINT DO AÇAÍ 💥💥EM BREVE NA PRAÇA CASTRO CINCURÁ MACAJUBA BA 🍧 AÇAÍTERIA SELF-SERVICE 📲 REALIZE SEU PEDIDO (75) 9 9999-8086



 

 


Publicidade Google

Bebidas, Gelo, Água, Carvão, Descartáveis e muito mais. Aberto todos os dias das 8:00 as 19 horas.

Trabalhamos com evento, além de cerveja, frios. Temos excelentes preços. Disque entrega: (74)9 99448708

Aceitamos cartão de credito e debito AV. Frederico Costa, N 66. Centro, Macajuba BA

Publicidade Google

Arquivo do blog

Total de Visitas

Volte ao ▲ Topo