Deixa Comigo Macajuba: Prefeitura de Macajuba divulga ações feitas para combater a seca

Publicidade Google

Ouça ao vivo Web Rádio DCM

Publicidade Google

Ouça a matéria em áudio

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Prefeitura de Macajuba divulga ações feitas para combater a seca

|    
Um dos graves problemas enfrentados pelo governo “Nossa Força é Nossa Gente”, nesses dois anos à frente do comando administrativo de Macajuba tem sido o combate a inclemente seca que vem assolando o município com ações que visam amenizar o problema. É bem verdade, que o drama das famílias rurícolas é  alternado com chuvas esporádicas, em algumas regiões, que ameniza o problema  no momento, mas retorna com a mesma e até maior intensidade; em outras, a situação nem chega a ser amenizada, persistindo e obrigado a intervenção emergencial do governo municipal na distribuição de água  potável em carros pipas, com a foto ilustrativa na região do Navegante onde constantemente a Prefeitura está abastecendo  com carros pipas.

Mesmo com ações desenvolvidas pelo governo, Nossa Força é Nossa Gente, com as constantes e intermináveis construções de cisternas e limpezas em tanques, barragens e barreiros, a situação persiste e obriga a prefeitura a investir pesado na distribuição de água através de pipas cujo número atinge mais de 2.300 atendimentos neste período de gestão. 
A falta de chuva na Região do Nordeste Brasileiro, onde geograficamente estamos incluídos, originalizou em 1947 um clássico da música sertaneja, que cantava a seca, na voz de Luiz Gonzaga nos versos de Asa Branca: “Que braseiro, que fornalha...  
Setenta anos se passaram e letra se mostra ainda tão atual quanto no tempo do rei do baião. São os retratos da seca no Nordeste que denunciam a condição de risco em que milhares de brasileiros vivem expostos desde os primeiros registros do final do século XV até hoje, a situação parece a mesma: a falta de água continua a queimar o solo de sertão, gerando prejuízos inestimáveis para a população.


No caso especifico de Macajuba, em estado seca a algum tempo, A Prefeitura priorizou a construção de aguadas e a recuperação de outras. A Barragem do Imbá, a maior do município, responsável pelo abastecimento de uma vasta região, sofreu intervenção do poder público na sua recuperação. A represa foi totalmente recuperada na sua base de sustentação (trincheira) rompida em consequência das fortes chuvas caída em 2016, além da retirada de sujeira do seu leito. Infelizmente seu reservatório de água hoje está abaixo da média, preste a secar, forçando a população apelar ao poder público por pipas.  Para a Prefeitura quanto mais se prolonga a seca com a irregularidades nas chuvas a situação se agrava no município. As principais Barragens já estão comprometidas, a exemplo da de Volta, onde a pouca água armazenada em seu leito não serve mais para o consumo humano. Pequenos tanques e barreiros estão secos. Centenas de aguadas foram recuperadas pela Prefeitura e aguardam chuvas para espantar de vez com esse fantasma. Enquanto a chuva não vem, a Prefeitura vai dentro das possibilidade atendendo a polução rurícola com água da EMBASA para o consumo humano, sem fazer alarde, apesar de sangrar os cofres públicos com despesas de combustíveis que a cada dia aumenta mais.

 Fonte: Site da prefeitura.

Publicidade:

Comente com o Facebook:

Deposito de Bebidas São Bernardo

Bebidas, Gelo, Água, Carvão, Descartáveis e muito mais. Aberto todos os dias das 8:00 as 19 horas. Trabalhamos com evento, além de cerveja, frios.

Temos excelentes preços. Disque entrega: (74)9 99448708 Aceitamos cartão de credito e debito

Direção: Lais e Robson. AV. Frederico Costa, N 66. Centro, Macajuba BA

Publicidade Google

Arquivo do blog

Total de Visitas

Volte ao ▲ Topo